segunda-feira, 19 de abril de 2010

O Sistema de Envelopes

Há vários métodos de manter-se o registro das despesas. Alguns são mais simples do que os outros. Um método simples é o sistema de “envelopes”. Cada envelope é marcado para o tipo de despesa que representa, tal como alimento, moradia, roupas, e assim por diante. Em cada dia de pagamento, a renda é transformada em notas e moedas. Daí, é distribuída entre os envelopes e a quantia destinada a cada tipo de despesas é indicada no envelope.

Quando chega a ocasião de cobrir tais despesas, o dinheiro é retirado dos envelopes apropriados. À medida que é gasto, não se mantém registro disso. Quando o envelope fica vazio, considera-se gasta a quantia anotada nele. Suponhamos agora que se precise gastar mais em certo item, e o envelope esteja vazio. Em tal caso, se outro envelope tiver dinheiro de sobra, parte do dinheiro poderá ser transferido para o envelope vazio. Anote a transferência nos dois envelopes. Por ocasião do dia de pagamento seguinte, o dinheiro que restar em qualquer um dos envelopes é transferido para o envelope de “economias”. (Poderá fazer algumas exceções; por exemplo, talvez queira acumular fundos no envelope de “roupas” para uma compra futura.) Anotações de quaisquer transferências são feitas nos envelopes.

Para ilustrar: Se ganhar Cr$ 200,00 por semana, no dia de pagamento o dinheiro é convertido em pequenas notas e colocado nos envelopes tais como alimento, Cr$ 60,00; moradia, Cr$ 40,00; operação da casa, Cr$ 20,00; mesada pessoal, Cr$ 40,00; economias, Cr$ 10,00, e assim por diante. Se o envelope de alimento ficar vazio antes do próximo dia de pagamento, pode-se fazer uma transferência de outro envelope que ainda contenha dinheiro. Se este for o envelope de mesada pessoal, então poderá transferir Cr$ 6,00 para o envelope de alimento e fazer anotação disso nos dois envelopes.

Se, por volta do seguinte dia de pagamento, o envelope de alimento tiver Cr$ 2,00 de sobra, o de mesada pessoal Cr$ 4,00 e o de economias Cr$ 10,00, e os outros estiverem vazios, então os Cr$ 2,00 e os Cr$ 4,00 podem ser transferidos para o envelope de economias.

Faz-se então um registro de suas despesas para a semana: Alimento, Cr$ 64,00 (Cr$ 60,00 mais Cr$ 6,00, menos Cr$ 2,00); moradia, Cr$ 40,00; operação da casa, Cr$ 20,00; mesada pessoal, Cr$ 30,00 (Cr$ 40,00 menos Cr$ 6,00, menos Cr$ 4,00) e economias, Cr$ 16,00 (Cr$ 10,00 mais Cr$ 2,00, mais Cr$ 4,00). De tempos a tempos, as economias podem ser empregadas em algo que dê renda.

Nenhum comentário: